Publicado em

Dois Benefícios do Yoga Para a Perda de Peso e Para Si

O yoga tem sido fielmente praticado há mais de 5,000 anos. Hoje em dia, existem cerca de 11 milhões de americanos focados em ganhar acesso aos imenso benefícios de saúde deste exercício. E quais são estes benefícios de saúde? Alguns deles ser-lhe-ão mostrados aqui para que os conheça pessoalmente. Os benefícios do yoga para a perda de peso e para si são infindáveis.

Portanto, posto isto, por favor continue a ler para saber mais sobre o yoga e todos os benefícios que ele oferece em muitas frentes.

Yoga e Perda de Peso

O yoga pode ser utilizado como uma plataforma para a perda de peso. Contudo, não o conseguirá sozinho. Esta forma especializada de exercício suave precisa de ser aliada a um bom regime dietético e a uma abordagem saudável à vida de uma forma geral. Estes três elementos combinados trabalharão então lado a lado para alcançarem os objetivos da perda de peso. Além disso, o yoga e a perda de peso combinam bem. Isto deve-se ao fato de promoverem:

  1. Uma forma branda de treinar que é convidativa e maleável do ponto de vista pessoal
  2. Uma forma de exercício eficaz e segura que não é aeróbica por definição
  3. Um meio regular para ganhar mais força muscular à medida que se vai exercitando. As diferentes poses do yoga não permitem apenas ajudar na tonificação e fortalecimento musculares. Também dão ao corpo um aspeto mais esculpido.
  4. Melhora a digestão, o que ajudará a pessoa sentir-se melhor com a sua saúde. A compressão e o alongamento dos órgãos internos faz com que a digestão e o metabolismo sejam melhores.
  5. Melhora a amplitude de movimentos e a flexibilidade de um indivíduo. Isto, quando combinado com músculos mais fortes, poderá ser essencial para corrigir problemas posturais. Uma melhor postura permite uma aparência mais magra.

Yoga e os Benefício para a Mente/Corpo

O yoga tem tantos benefícios para a saúde que chega a ser inacreditável. Os seus poderes transformadores têm potencial em vários níveis. Contudo, estas imensas vantagens vão além da perda de peso. Também se prendem a quem utiliza o yoga com regularidade e, portanto, à vida destes. Portanto, posto isto, exploremos alguns dos imensos benefícios do yoga para a mente/corpo que são possíveis através do yoga.

O yoga é mais do que apenas um exercício para nos ajudar a perder peso. É também uma ferramenta bastante poderosa na promoção de uma conexão entre o corpo e a mente. A prática de um exercício respiratório combinado com o movimento é aquilo que une o corpo e a mente como um só elemento.

Quando a mente e o corpo estão em harmonia. Cria-se um sentido muito mais apurado de autoconhecimento. Este autoconhecimento poderá manter-se consigo no seu quotidiano e não apenas no tapete do yoga. Ajudá-lo-á a ser positivo em tudo aquilo que faz. Ou seja, optar por uma dieta e escolhas de vida positivas, vivendo também positivamente a vida.

O yoga permite que uma pessoa descomprima e se desconecte do mundo externo. Isto por norma provoca uma sensação de maior felicidade em relação a nós mesmos e ao quotidiano.

O yoga estimula uma sensação geral de bem-estar. Um bem-estar positivo é tudo aquilo que mais importa e um bem-estar positivo é sentir-se bem consigo.

O yoga e você mesmo tornar-se-ão uma equipa no tapete de yoga e na vida. Você escolhe-o e ele escolhe-o a si através dos métodos mais úteis. É um presente bastante poderoso que muitos desconhecem. Contudo, assim que o conhecem pessoalmente, as suas vidas são abençoadas e mudadas para melhor.

Publicado em

Os Benefícios Para A Saúde E Os Usos Medicinais Do Yoga

Os benefícios do yoga vão muito além daqueles benefícios típicos que as pessoas imaginam. Talvez para si a componente do yoga que corresponde à saúde física seja secundária e esteja à procura dos benefícios para a saúde espiritual. A maioria das mulheres não está consciente dos benefícios de saúde que o yoga possui no aumento da fertilidade.

Os Benefícios Do Yoga

Os benefícios de saúde do yoga são incontáveis e o mesmo se passa com os benefícios que este oferece ao eu mental, emocional e espiritual. O yoga é ideal para qualquer pessoa que deseja obter uma consciência saudável, já que aborda todas as vertentes da saúde, tanto física como mental. Muitas pessoas desconhecem ainda todos os grandes benefícios da prática do yoga enquanto método capaz de melhorar a sua saúde.

A Eficácia Do Yoga Na Diminuição Dos Problemas Físicos

O yoga tem sido comprovado como sendo seguro e capaz de ajudar no sono e qualidade de vida de um grupo de idosos com insónia. O yoga é um dos elementos mais úteis em caso de artrite. O yoga ajudá-lo-á a adormecer mais cedo e melhorará a qualidade do seu sono. Ter demasiados fatores stressantes na vida poderá conduzir a alguns problemas do foro mental, sendo o maior deles a depressão.

Quando o stress assume as rédeas da sua vida, o yoga poderá relaxá-lo e fazê-lo sentir-se melhor. Praticar yoga como uma família é uma atividade que tem mostrado ser capaz de reduzir o stress, reduzir a ansiedade e, como tal, alcançar vidas mais saudáveis.

O Papel Da Respiração No yoga

A prática do pranayama (respiração focada) através de posturas simples é bastante útil no controlo da asma. A prática do yoga envolve o alongamento do corpo e a formação de diferentes poses, mantendo uma respiração lenta e controlada. É possível permanecer satisfeito ao executar posturas simples de yoga, exercícios de respiração e técnicas de meditação após tê-las aprendido com um instrutor qualificando, desfrutando assim de quaisquer vantagens que delas advenham.

As técnicas de respiração, fundamentais no yoga, denominam-se pranayamas. Esta prática é uma combinação de meditação, poses e técnicas de respiração que ajudá-lo-ão a alcançar um relaxamento profundo e a plenitude mental. O verdadeiro objetivo do yoga, que envolve não apenas posturas físicas mas também cânticos (se o desejar), respiração e meditação, passa por alcançar a iluminação.

Um Médico Ou Outro Profissional De Saúde Apropriado

Não conseguirá comprar uma boa saúde mas é possível adquirir boa informação sobre saúde. Tal como acontece com qualquer atividade física, tenha a certeza de que consulta o seu médico antes de iniciar a prática do yoga ou qualquer nova forma de exercício. Dependendo da sua idade ou saúde, poderá não ser capaz de executar as poses que outros conseguem.

Ao participarmos em práticas para melhorar, reconquistar e manter a boa saúde de uma forma geral, é provável que notemos que algumas da nossas dificuldades mais específicas tendem a desaparecer. Com uma prática regular e diligente, poderá melhorar bastante a sua condição.

Publicado em

O Que Há De Tão Especial No SwáSthya Yôga?

De todos os tipos existentes de Yôga, existe um, em particular, que é tido como especial por ser o mais completo. Produz efeitos rápido e duradouros como nenhum outro consegue. É Yôga Antigo, atualmente conhecido como SwáSthya Yôga, a sistematização do Dakshinacharatántrika-Niríshwarasámkhya Yôga, que remonta ao período pré-clássico.

SwáSthya Yôga

Foi necessário sistematizá-lo para torná-lo inteligível, à semelhança do que um arqueólogo faria com os preciosos fragmentos encontrados numa escavação.

Estudámos já muitos tipos de Yôga e estivemos na Índia quase todos os anos, entre 1975 e 1998. Estamos convencidos de que o Yôga Antigo é de fato o melhor. A prova mais evidente é que foi aquele que adotámos, e o mesmo se aplica a milhões de outras pessoas únicas em muitos países diferentes. Falamos de intelectuais, cientistas, artistas, músicos e escritores de diversos continentes.

Para ter nas suas fileiras pessoas tão cultas, sensíveis e exigentes, o SwáSthya Yôga deverá ter algo muito especial. Mas do que se trata?

1. O Yôga Antigo contém todos os elementos encontrados nas demais modalidades do Yôga.

Não existe qualquer outro tipo de Yôga que consiga ser assim tão completo. Na prática do SwáSthya Yôga irá fazer Ásana Yôga, Rája Yôga, Bhakti Yôga, Karma Yôga, Jñána Yôga, Layá Yôga, Mantra Yôga e Tantra Yôga, passando também por elementos pertencentes às subdivisões mais modernas, provindas destes ramos, como o Hatha Yôga, Kundaliní Yôga, Kriyá Yôga, Dhyána Yôga, Mahá Yôga, Suddha Rája Yôga, Ashtánga Yôga, Integral Yôga e muitos outros.

Mas atenção: apesar de o Yôga Antigo (SwáSthya) ter, na sua génese, os elementos constituintes de todos os tipos de Yôga, não se materializa com a combinação destes ramos, mas sim por ter na sua base uma tradição muito mais antiga, que precede todos os demais.

2. O SwáSthya Yôga tem, nas suas raízes, o Sânquia.

Tendo em conta que o SwáSthya é extremamente técnico, dinâmico e não adota qualquer misticismo, agrada a quem é dinâmico, a quem se predispõe a objetivos e a quem é racional e lógico.

3. O SwáSthya é tântrico.

Ou seja, é matriarcal, sensorial e não repressor. Não repressor significa que não proíbe coisa alguma e contribui para a libertação da repressão. Orienta, mas não reprime. Sensorial significa que respeita e valoriza o corpo, a sua beleza, a sua saúde, os seus sentidos e o seu prazer. Assim, terá total liberdade.

Poderá comer aquilo que deseja, fazer aquilo que pretende e, acima de tudo, não há proibições sexuais. Contudo, existem recomendações para todas estas vertentes e poderá segui-las se achar que deve fazê-lo. À medida que vai desenvolve os seus hábitos de vida e cultivando métodos mais saudáveis, receberá técnicas mais avançadas do seu instrutor.

Este respeito pela liberdade do praticante tem sido uma das caraterísticas mais cativantes do SwáSthya Yôga, já que vai ao encontro das aspirações de cada indivíduo e responde positivamente às exigências daqueles que são adeptos dos ramos mais restritivos, mas que ainda assim se sentem insatisfeitos com a repressão imposta por eles.

4. O nosso método de execução das técnicas distingue-se das formas do Yôga moderno.

Nos últimos séculos, criou-se uma maneira deficiente de executar as técnicas, um método restrito, que separa as técnicas entre si e que é tão repetitivo como a ginástica.

O SwáSthya Yôga, por outro lado, tem nos seus alicerces na linhagem mais antiga e executa ásanas harmoniosamente sincronizados, fazendo com que um nasça a partir do outro através de passagens extremamente belas, que criam uma verdadeira coreografia de técnicas corporais que mais nenhum tipo de Yôga possui. Cada vez que alguém vê um dos nossos vídeos, a exclamação é constante: Ah! Então é isto que é o Yôga? Mas isto é belíssimo!

O Método DeRose reintroduziu a coreografia nos anos 60. Nas décadas seguintes, em diferentes partes do planeta, começaram a surgir modalidades de execução inspiradas no Yôga Antigo (SwáSthya Yôga). A maioria destas reconhece a influência inegável do Método DeRose.

No entanto, caso não o façam, basta comparar os métodos para ver a clara influência que temos tido nas interpretações surgidas após o nosso método.

No entanto, quando não se entende o nosso propósito em recuperar o conceito do Yôga Antigo, em todo o esplendor da sua autenticidade milenar, aqueles que se baseiam no SwáSthya, quando elaboram as suas próprias modalidades, acabam por conceber formas modernas que nada têm que ver com o nosso propósito. Observam-no, mas não o compreendem.

5. Por último, o SwáSthya é o único Yôga no mundo que tem regras gerais, ou melhor, é o único que oferece autossuficiência a quem o pratica.

Noutros tipos de Yôga, o instrutor precisa de explicar a execução técnica a técnica: como respirar, a duração da pose, quantas repetições são necessárias, onde localizar a nossa consciência, etc. Se este instrutor explicar dez exercícios, os estudantes não saberão fazer um décimo-primeiro.

Contudo, se forem utilizadas regras gerais, os praticantes têm a vantagem de não estarem acorrentados ou dependentes do instrutor. Se os praticantes fizerem as coisas por si mesmos, continuarão a melhorar-se, já que, ao aprender apenas dez técnicas com base em regras gerais, o indivíduo conseguirá desenvolver outras cem ou mil, evoluindo de forma contínua.

As regras gerais conferem autonomia e liberdade ao sádhaka. As regras gerais são uma contribuição mais profunda para a sistematização do Yôga Antigo (SwáSthya Yôga).